18 de fev de 2009

Muito mais que o peixe

Acordar num domingo às 05:00 da manhã, horário esse em que muitos jovens da nossa idade estão indo dormir depois de uma noite inteira de balada, é sem dúvida algo inexplicável para quem não gosta de pescar. Muitos dizem que é programa de índio ficar um dia inteiro de sol na beira de um rio sendo alvo de mosquitos, muriçocas, "porvinhas" e correndo o risco de ser refeição de uma bela onça pintada em busca de peixes que podem não aparecer. O que essas pessoas não sabem é que pescaria é sinônimo de encontro de amigos, conversa fiada, piadas que por mais sem graça que sejam acabam alegrando a todos. Quando se diz "todos" entende-se muitas vezes por pais, mães, filhos, netos, amigos e primos que durante a semana envoltos por tantas obrigações do dia a dia acabam que não trocando uma palavra mas que pela ânsia de um dia de pescaria se dispõem a sacrificar seu sono logo de madrugada para se reunir à beira de um rio, não só pela emoção de tirar um belo Dourado da água.

Nenhum comentário:

Postar um comentário