19 de out de 2010

O incrível reencontro com um Dourado

Depois de anos tentando finalmente consegui pescar um dourado de medida e valeu a pena. Ele brigou muito e pulou pelo menos umas 4 vezes. Veja só que lindeza de peixe:

<KENOX S630  / Samsung S630> <KENOX S630  / Samsung S630>

Um detalhe interessante é que a exatamente dois anos atrás eu tinha pego neste mesmo local um douradinho fora de medida e o devolvi:

S6300631

Até aí tudo normal mas se você olhar o rabo do peixe nas duas fotos verá que as marcas são iguais:

comparacao

Será possível que depois de dois anos me reencontrei com meu amigo??

Brincadeiras a parte esta foi uma ótima pescaria e também um bom aprendizado sobre como pescar dourados. Aprendi observando os ribeirinhos. A isca utilizada foi um bagre pequeno. Isso mesmo, um bagre!!! Eu sempre pensei que bagre não servia para nada, mas é uma ótima isca para dourados (lógico que iscas brancas são melhores mas na falta delas o bagre é uma boa opção). Não pode ser muito grande, quanto menor o bagre melhor. A linha utilizada foi 0,40 e a chumbada bem leve. Quando o dourado levar a isca é interessante soltar a linha e deixar ele correr bastante, para depois dar uma fisgada bem forte, mas forte mesmo. A boca do dourado é muito espessa e é difícil furá-la com o anzol, por isso o pescador não pode nunca deixar a linha afrouxar pois o dourado pode escapar. É interessante também dar várias fisgadas para certificar que o peixe esta bem preso e não bobear quando o dourado pular. Geralmente você fica de boca aberta quando o dourado pula e é nessa hora que se perde o bicho. Quando o dourado pula, a linha dá uma afrouxada e se o peixe não estiver bem fisgado o anzol sai da boca dele, portanto quando o dourado pular puxe a linha rapidamente para mantê-la esticada, do contrário você perderá o bichano.

Até a próxima pescaria, meu próximo objetivo será pescar um pintado de medida.

Um comentário: